Posso te dar uma listinha?

09:37:00



É incrível a capacidade do cidadão em pedir encomendas quando descobre que você vai viajar.

As pessoas se queixam que não tem dinheiro, mas quando descobrem seu paradeiro americano, o dinheiro brota do chão.

Pior são aqueles que falam: "Paga no seu cartão que depois eu te pago." Será que eles esquecem que meu cartão tem limites? E as minhas compras? E quando sua fatura chega e você cobra pelo IOF eles ainda acham que você está ganhando em cima da mercadoria. 

Interessante são os objetos de desejo:
- Shampoos, cremes e perfumes: Você se vira pra arrumar a mercadoria na mala, em meio as suas roupas sujas, sacolas e jornal, para que não aconteça um derramamento de liquido no interior da bagagem. E se a gente tira da caixa, com a intenção de arrumar a mala para caber mais coisas, a pessoa acha que você comprou o perfume falso. Quando você chega em casa abre a mala rezando para que tudo esteja intacto.
- Ursos de pelúcia: Helo? Esse tipo de encomenda ocupa um espaço danado na mala.
- Eletrônicos: Você gasta um dia todo só para encontrar o objeto pedido. Normalmente nos bilhetes solicitando a encomenda, o sujeito coloca informações que não correspondem às da loja. Ou seja, você rasga seu inglês para então descobrir que o "Laptop ultra mega power" nada mais é do que o "Laptop power".
- Camisa masculina: O infeliz pede umas 10. Não sei se é pra revender ou se é pra dar de presente. Mas o ditocujo aproveita sua viagem para encomendar aquelas marcas que custam o triplo do preço aqui no Brasil.
- Victoria Secret's: Essa é de lei. Não tem quem não peça. E pior, ainda pedem o kit que vem com bolsinha, ou seja, mais espaços na sua mala.
- Guess: O povo quer que você traga uma bolsa da guess para dar de presente para a sogra do irmão.
- Tênis: Você tem que se virar para saber a numeração do sujeito. Aqui no Brasil ele calça 41 e nos EUA qual a numeração? E ai de você se trouxer o número errado, se bobear acaba não recebendo pela encomenda.
- Vitaminas e remédios: Putz, essa parte é um desgaste mental e físico. Você nunca entende o que está escrito na bula.
- Malas: Como assim, malas? Tem uma pessoa (ou uma irmã, para ser mais exata, se é que vocês me entendem) que, por duas vezes, me pediu para trazer mala. Ou seja, eu preciso economizar nas minhas roupas para poder viajar com apenas uma mala e trazer duas, devido ao limite de peso.

Quando você deixa o hotel as arrumadeiras devem te xingar de tudo quanto é nome, por causa da sujeirada de sacolas e caixas espalhadas pelo quarto.

Bom mesmo é ver a felicidade estampada no rosto dos amigos quando você chega de viagem. Se você pensa que é de saudade está engando. O curioso é que, se você não traz a encomeda, ou porque não achou ou porque não coube, o sujeito acha que é má vontade sua. Aí a cara de felicidade muda instantaneamente.

Você poderá gostar também de

2 comentários

  1. Para isso agora há solução: manda pra Koi! Eu mando de tudo (qdo recebo o email, rs), chega de 6 a 10 dias úteis, e não incomoda ninguém que tá viajando...

    Aaaafff... mas isso é o fim mesmo... lembro bem das minhas sagas com malas extras, pra levar encomendas...

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!

Postagens Populares

Like us on Facebook

Flickr Images