Tudo azul

13:48:00

     
     
       O fim de semana que passou foi marcado por festa de casamento.
    
      No almoço oferecido às netas, após o casamento, pela minha avó em sua "fazenda", como diria meu sobrinho, a família se reuniu aproveitando a oportunidade para colocar o papo em dia e se divertir.
     
      O momento marcante foi relembrar a época em que eu brincava e corria pela casa:
- Chupava jabuticava, manga, laranja;
- Subia no terraço para quebrar e comer castanha;
- Sentava na cama com meu avô (que já não está conosco) e esperava ele pegar sua caixa de sapatos, onde costumava guardar suas economias. Ele abria a caixa e me dava uma nota ou uma moeda;
- A vovó fritando batata para eu comer;
- Nas festas de Natal eu ficava euforica. Sentávamos na calçada esperando a hora de distribuir os presentes;
- Entrava no carrinho-de-mão, que vovô usava para vender verduras, para ele me empurrar.
      
      Ô tempo bom!
     
      O banheiro com seus azuleijos e louças azuis continua lá. Nem tudo mudou.
     
      As pessoas sim: Nascimento, crescimento, casamento, morte.
     
      A vida é feita de lembranças, saudades e mudanças.

     


Você poderá gostar também de

1 comentários

  1. Puxa Dani,me deu saudade tbm e até vontade de chorar.Ainda bem que o computador natural que DEUS nos deu,guarda informações que são verdadeiras relíquias.Recordar é viver1

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!

Postagens Populares

Like us on Facebook

Flickr Images