Falando da última viagem

16:26:00




Ainda eufórica com minha primeira viagem ao Canadá. Confesso que aprendi muito geograficamente falando.

Por exemplo, em minha santa ignorância, não sabia que a capital do Canadá era Ottawa. Achava que era Quebéc. Daí descobri que Quebéc é uma província. E que Ottawa fica na fronterira das províncias de Quebéc e Ontário. Mas que também existe a cidade de Quebéc na província de Quebéc. Tipo Rio de Janeiro estado e Rio de Janeiro capital. Deu para entender?

E não sabia que em algumas províncias a cultura e a língua francesa são tão fortes.

Quero fazer dessa minha experiência vários posts com dicas de cada cidade por onde passei.

O clima estava muito agradável, fazendo calor de dia e fresco à noite. Essa época é ideal para quem não quer passar pelo rigoroso frio canadense.

Aos motociclistas de plantão, vi muitas motos pelas estradas e cidades. Lembrando que, quem tem moto no país só consegue utilizá-la por 3 ou 4 meses, quando a neve dá trégua. Ou seja, manter uma moto custa caro comparando ao pouco tempo de prazer que proporciona.

Os carros também tem uma manutenção caríssima: Pneus normais e pneus de neve. Fora o problema com bateria, pois no inverno elas teimam em não funcionar. Tem também o problema do sal que é jogado para derreter a neve e que acaba com a lataria dos veículos. Ou seja, dois anos de uso é muito para determinado carro.

Em cidades como Montreal e Toronto as redes de metrôs são interligadas a algum shopping ou restaurante subterrâneos. No período de frio intenso tudo é realizado no subsolo.

A água também não é salobra como em várias partes dos EUA. Também, a quantidade de lagos que imperam no país, eu chamaria de o país das águas!

E por falar nos EUA, confesso que meu grau de comparação entre os dois era altíssimo. Principalmente com relação aos preços. Me tornei uma mão de vaca no Canadá. Tudo achava caríssimo. Não tão caro como no Brasil, mas muito mais que nos EUA.

A taxa do governo Canadense em cima dos produtos comprados é de quase 13%. Taxas federais, também conhecidas como GST (Goods and Services Tax), são de 5%. Além delas, é preciso pagar até 7.5% à província.

Mas descobri um outlet porreta do outro lado da fronteira e corri para o lado americano pra fazer minhas compritchas.

Bom, vou postando no decorrer da semana intercalando com outros posts para não ficar cansativo. Vai que desistam de ler o blog que só fala de Canadá Canadá.

Até logo!


Você poderá gostar também de

2 comentários

  1. Dani que legal.... adorei o texto e vou acompanhar todos. Achei interessante os restaurantes e shopping subterrâneos devido ao frio canadense. Agora a melhor de todas foi seu jeitinho "brasileiro" para fazer suas comprinhas básicas. Sempre arrumamos um jeitinho né. rsrsrsr
    Bjussss

    ResponderExcluir
  2. Quantas novidades.Eu não viajo,mas aprendo com vc,Dani...e mto!!!

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!

Postagens Populares

Like us on Facebook

Flickr Images