Faça o que eu faço.

10:54:00



Muitos amigos meus, ao me visitar, tem sempre a mesma reação: "Nossa nem parece que tem criança nessa casa."

Verdade! Sou mega chata com casa. Disse chata, mas na verdade não era a palavra que gostaria de dizer. Quero mesmo é me vangloriar e dizer que eu sou mesmo é ORGANIZADA.

Aqui em casa tudo tem seu espaço: Gavetas de documentos, cantinho de brinquedos, quarto de bagunça (que de bagunça não tem nada). Tudo em seu devido lugar.

Assim minha mãe me ensinou e é assim que tento passar para minhas filhas.

Brinquedos espalhados pela sala? Nãooooo... Lugar de brincar é na varanda, aonde os brinquedos ficam devidamente guardados (eles também são organizados em caixas e gavetões). Brincar de massinha no sofá? Nem pensar!

Não sou uma generala. E é lógico que vez ou outra abro exceção. Porém se espalhou, juntou! E as regras são obedecidas por aqui.

Uma lembrança da minha infância é que quando eu ganhava um brinquedo, minha mãe guardava-os na própria caixa em cima do guarda roupa. Quando eu queria brincar, eu precisava pedir e minha mãe pegava para mim. Depois que eu parava a brincadeiraela limpava e guardava o brinquedo em sua caixa, que voltava para a parte superior do gurda roupa. Lembro que minhas amigas ficavam encantadas: O meu quarto parecia uma loja, pois os brinquedos eram muito bem conservados.

Minha mãe sempre foi muito caprichosa. Dona de casa exemplar. E eu me orgulho muito de ter puxado a ela na organização.

Lógico que em relação a brincar com brinquedos não sou tão fiel a essa ação contada acima. Deixo minhas filhas a vontade para sujar, brincar e elas têm acesso integral a todos os brinquedos. Afinal, essa fase passa tão rápido. Na verdade é só seguir a minha regra do "espalhou, juntou" e tudo fica bem.

Voltando a minha infância, lembro que quando comecei a parar de brincar (isso com uns 13 anos) decidi doar meus brinquedos, já que eles permaneciam novinhos em folha. Dei uma boneca linda para uma garotinha e ela ficou encantada. No outro dia vi a boneca toda suja jogada no quintal da casa da menina. Na hora fiquei com raiva, afinal, ela deveria ter tido mais capricho. Mas daí pensei: "Talvez a mãe dela nunca tenha ensinado isso pra ela".

Como que o filho vai ter o senso de cuidar de seus pertences se o adulto não faz o mesmo? 

Cabe aos pais ensinar e a criança precisa ter o sentido de organização consolidado em sua educação. Brincar e estabelecer regras na casa é o melhor caminho para que a criança entenda que é legal manter arrumado aquilo que lhes pertence.  Eu tive isso e hoje consigo passar alguma coisa para as minhas filhas. Se elas seguirão meu caminho? Acredito que sim, pois minha parte eu estou fazendo.



Você poderá gostar também de

0 comentários

Obrigado pelo seu comentário!

Postagens Populares

Like us on Facebook

Flickr Images